15 de Outubro de 2010

Habituada a ser alvo de todas as críticas, Lady Gaga consegue sacudir o mercado do entretenimento, ficando com o seu nome marcado no meio de tantos outros artistas. No momento mais difícil da indústria musical, a artista que representa o consumo exagerado e o culto da imagem, torna-se assim, um ícone da música, da moda e do próprio comportamento humano. Na verdade, Lady Gaga sabe que uma imagem vale mais do que mil palavras e usa e abusa nas suas aparições públicas. Por vezes, investe tanto que a maioria da sociedade não consegue entender que toda esta excentricidade é a favor da construção do seu próprio mundo.

De novo ao trabalho, com estreia marcada para Helsínquia, a cantora que criou a sua primeira balada aos 11 anos de idade, ora é homenageada pelo seu talento e dedicação à música, ora é elogiada pela sua forma física e, com certeza, psicológica.

A verdade é que esta diva, de apenas 24 anos, prestes a “dar o nó”e já com uma enorme presença na imprensa e no imaginário dos seus fãs consegue, para além de todo o seu trabalho, conciliar a sua profissão com os hábitos de umas refeições saudáveis. Nada melhor para o comprovar do que a lista de exigências que Lady Gaga pretende ter antes de todos os seus concertos. A comprovar pela diversificação e excentricidade de pratos que a cantora norte-americana apresenta, tem-se a certeza de que segue à risca toda a sua dieta, e melhor ainda, tem o prazer de ter uma alimentação variada.

Com estreia marcada para sexta-feira, dia 10 de Dezembro, Lady Gaga passará por Portugal para mais um dos seus concertos arrebatadores, sendo que por volta das 17 horas, nem mais um minuto, irá estar sentada à mesa para jantar as especialidades da comida americana, incluindo as carnes e as massas. No dia seguinte, a refeição irá repetir-se, levando à mesa onde se sentar Lady Gaga um conjunto de diversos tipos de massas, carnes, vegetais e molhos. Já em Espanha, dia 12 de Dezembro, a cantora irá provar as especialidades da cozinha turca. Nos dias seguintes, o menu de Lady Gaga é constituído pela cozinha asiática, mexicana e americana, tendo direito a um dia de churrascos, a Segunda-feira.

Não se sabe ainda a razão que levou Lady Gaga a escolher esta combinação de menus para a sua digressão, no entanto, é pena porque ainda não foi desta vez que se rendeu aos encantos da cozinha portuguesa!

Para além desta “originalidade” que está por trás de todo o espectáculo, Lady Gaga ainda pede algumas reservas de oxigénio, pacotes de mel e proíbe a distribuição de gelo nos 30 minutos antecedentes ao concerto.

De facto, se aquilo que tira Lady Gaga da vala comum das cantoras pop é a habilidade com que usa todos os seus dons, quer artísticos, quer físicos, para construir o seu estilo e arrecadar fãs nas quatro partes do mundo, a verdade é que a nossa musa não brinca em serviço.

José Pedro Caetano

publicado por LadyGaga-Portugal às 20:00
Adorei a crónica, está fantástica! Parabéns ao cronista, tem imenso talento para a escrita, e criatividade, afinal de contas não é qualquer um que se lembra da comida portuguesa... :)
Johnny a 15 de Outubro de 2010 às 21:07
Gostei muito desta crónica
E tens toda a razão quando dizes " (...) a nossa musa não brinca em serviço." Adorei <3

Parabéns Pedro Caetano! Continua a escrever.

DanielaB. a 15 de Outubro de 2010 às 21:46
Muito bom. Esta crónica só prova que a nossa Diva pensa em tudo ao promenor.
Parabéns ao cronista :)
FLÁVIOMATA a 17 de Outubro de 2010 às 12:50
Crónica fantástica, escrita com todos os pormenores... Parabéns!
Ana a 20 de Outubro de 2010 às 15:24

Image and video hosting by TinyPic
pesquisar neste blog