29 de Outubro de 2010

Amada por muitos, mas também odiadas por outros, Lady Gaga continua a dar cartas no mundo da música e não só. Se acham que a diva da pop está de parabéns por conseguir bater mais uns recordes, desenganem-se! Para além de conseguir ser a primeira pessoa a ultrapassar as mais de mil milhões de visualizações no maior site de vídeos do mundo, youtube, e da manter, durante um ano inteiro, o hit “Bad Romance” sempre posicionado nos lugares pioneiros, Lady Gaga é de tal forma amada pelos seus little monsters que fazem qualquer coisa para entrar no seu mundo.

Na verdade, já estamos habituados a ver verdadeiros fãs que fazem qualquer coisa pelo seu ídolo, até mesmo dormir ao frio e à chuva só para conseguir chegar o mais próximo possível de quem nos inspira.

E se dissesse que nada disto é significativo? Acreditavam? Pois bem, fiquem sabendo que a Universidade de Virgínia, nos Estados Unidos, abriu um curso sobre a nossa cantora norte-americana. Segundo o site “The Frisky”, o curso “Gaga for Gaga: Sex, Gender and Identify” é administrado pela aluna Chrita Romanosky e consiste em analisar o fenómeno pop através das suas músicas e videoclipes e avaliar a sua influência relacionada a temas como o comportamento sexual e movimentos feministas. Ainda não há confirmação para o facto de neste curso se estudar as polémicas aparições e performances inesquecíveis, mas com certeza de que matéria não vai faltar!

Com ou sem muita aderência, a verdade é que depois desta notícia ninguém poderá criticar o ensino português pela sua burocracia “original” e implementação de medidas ridículas, a menos que queiram implementar um curso sobre a vida de um cantor pimba luso.

Contudo, e apesar de a ideia ainda ser nova, há alguns parâmetros que ainda têm que ser estudados. Por muito êxito que se tenha neste curso, os supostos “gagalógos” não se vão poder candidatar a manager de Lady Gaga nem a dar formação na área das artes.

O que me dizem a isto? Eram capazes de se inscrever neste curso e frequentá-lo com toda a dedicação e amor que têm para a nossa mãe.

José Pedro Caetano

publicado por LadyGaga-Portugal às 20:00
Gostei imenso da ideia da crónica! Óptima escolha, porém o desenvolvimento deixa algo a desejar :/
Migueel a 29 de Outubro de 2010 às 20:29
"Aderência"? Cuidado com o português...Contudo, concordo com o Migueel, o tema podia ter sido mais desenvolvido, porque a crónica tem assunto...
Paulo a 29 de Outubro de 2010 às 21:04
Gostei da crónica
Eu era capaz de frequentar esse curso! I ♥ Mother Monster

Continua a escrever Pedro Caetano

DanielaB. a 29 de Outubro de 2010 às 22:56
Eu sou um enorme fã da Lady Gaga já tenho bilhete e tudo, mas ao ler esta crónica não me faz esquecer que tenha uma enorme influência de Madonna. Eu não aprecio em nada o trabalho de Madonna mas verdade é que Gaga tem seguido muito o seu caminho. e o nome do curso só me faz pensar em Madonna. O que falta Lady Gaga é ainda mais inovação e não uma roupagem diferente de algo já usado!
Sérgio a 30 de Outubro de 2010 às 09:47
Eu, na minha opinião a Gaga não influencia porque quer mas sim , as pessoas querem o ser. Acho esse curso um pouco estranho pois acho que haverá cursos na mesma área que abrangem isso.
grolo a 30 de Outubro de 2010 às 23:04
Acredito piamente no talento da GaGa mas esta cadeira já devia ter sido inventada mas com o nome de Madonna. Esta sim já tem estofo para lhe darem o curso, pelo que eu vi das cadeiras que o curso vai ter enquadra-se na perfeição no que é Madonna.
Tiago a 4 de Novembro de 2010 às 20:57

Image and video hosting by TinyPic
pesquisar neste blog